O papel e a natureza da fé

O papel e a natureza da fé

Th.89 A fé é a primeira das cinco faculdades espirituais

Fé, no sentido de confiança verdadeira – uma qualidade mais do coração do que uma crença cognitiva – tem um papel importante no buddhismo, embora geralmente não tão central como em algumas religiões.

Monges, existem estas cinco faculdades. Quais cinco? A faculdade da fé, a faculdade do vigor, a faculdade da vigilância, a faculdade da concentração meditativa, a faculdade da compreensão (ou sabedoria). E o quê, monges, é a faculdade da fé? Aqui, monges, um discípulo dos nobres é uma pessoa de fé, alguém que tem fé no despertar do Tathāgata [como no *Th.1].

Vibhaṅga Sutta: Saṃyutta-nikāya V.196–197, trad. P.H.

 

Th.90 A natureza da fé

Esta passagem enfatiza que a fé conduz alguém tanto à calma quanto ao encorajamento a prosseguir a fim de atingir os estágios da perfeição espiritual.

“Venerável, qual o sinal característico da fé?” “A fé, grande rei, tem a serenidade e o salto para frente como seus sinais característicos… Quando a fé surge, ela suspende os impedimentos (para a calma meditativa)… como uma pedra que depura a água… Grande rei, o praticante mais dedicado, ao ver que as mentes dos outros estão livres, salta para frente (para atingir) os frutos que são a entrada-na-correnteza, o uma-vez-retornante, o não-retornante e o direcionamento ao estado de arahant… assim como quando uma multidão de pessoas, ao ver como um homem forte atravessa (um rio na enchente,) também o atravessa!”

Milindapañha 34-6, trad. P.H

 

Th. 91 O papel da fé e da compreensão

O primeiro atingimento espiritual pode ser realizado por uma pessoa que enfatiza a compreensão do Dhamma ou a fé no Buddha. Dito isso, embora alguns discípulos sejam relativamente mais desenvolvidos em compreensão ou em fé, todos necessitam de suficiente desenvolvimento em todas as cinco faculdades. Aqui, a segunda passagem explica que a fé precisa ser guiada pela compreensão, e a qualidade cognitiva da compreensão precisa estar estabelecida pela qualidade do coração e o compromisso da fé.

Qual tipo de pessoa é um seguidor pelo Dhamma? Aqui certa pessoa … aceita os ensinamentos proclamados pelo Tathāgata com certo grau de compreensão apreciativa por meio de sua sabedoria. Além disso, ela tem estas cinco faculdades: as faculdades da fé, energia, vigilância, concentração meditativa e sabedoria … Qual tipo de pessoa é um seguidor pela fé? Aqui certa pessoa … tem certo grau (suficiente) de fé e amor pelo Tathāgata. Além disso, ela tem estas cinco faculdades: as faculdades da fé, energia, vigilância, concentração meditativa e sabedoria …

Kīṭāgiri Sutta: Majjhima-nikāya I.479, trad. P.H

 

Algo particularmente recomendado é equilibrar fé com compreensão, bem como concentração meditativa e vigor. Pois alguém forte em fé e fraco em compreensão está confuso em sua confiança, não tendo boas bases para ela. Aquele forte em compreensão, mas fraco na fé, tende a aliar-se a uma esperteza enganosa, tornando-se tão difícil de curar quanto alguém cuja doença tem como causa o remédio. Com o equilíbrio de ambos os elementos, a pessoa tem confiança apenas quando há fundamento para tal.

Visuddhimagga [341] ch. IV, seção 47, p.139, trad. P.H.

 

Th.92 A fé torna-se forte naqueles que atingiram o estado nobre

Aqui, monges, o discípulo que é nobre é dotado de confiança confirmada no Buddha, deste modo: … [como no *Th.1].

Ele é dotado de confiança confirmada no Dhamma, deste modo: “O Dhamma é diretamente visível (em relação à verdade e à realidade), não demora (em seus resultados), convida à investigação, é aplicável e conduz para frente, a ser entendido individualmente pelo sábio”.

Ele é dotado de confiança confirmada na Sangha, deste modo: … [como no *Th.199].

Rājā Sutta: Saṃyutta-nikāya V.343, trad. P.H. e P.D.P.

 

Notas:
[341] Esse é um influente texto não canônico compilado por Buddhaghosa, o comentarista theravāda do século 5.